Ministério Público pede proibição do acúmulo de funções do garçon como fotógrafo

Pressão por resultados faz garçons se especializarem não só em fotografia mas também em corrida rústica, para entrega dos pedidos com mais rapidez.

Pressão por resultados faz garçons se especializarem não só em fotografia mas também em corrida rústica, para entrega dos pedidos com mais rapidez.

O Ministério Público do Rio de Janeiro entrou na justiça com um pedido de proibição do acúmulo de funções que os garçons vêm sendo obrigados a cumprir em seus locais de trabalho. Segundo a denúncia, a imensa maioria também trabalharia como fotógrafo – sem receber por isso.

O Procurador-Geral Nélson Braga, autor do processo, explica os detalhes da proibição:

– Quem nunca pediu para que um garçon tirasse uma foto da mesa com todos os amigos sorrindo? Essa prática precisa acabar, pois o profissional não recebe pelas fotos que faz. Isso é uma profissão regulamentada e deve ser respeitada.

O garçon Jeremias de Jesus, que trabalha no Amarelinho da Cinelândia, no centro do Rio de Janeiro, afirma que a medida seria muito boa para ele e para toda a categoria:

– Muitas vezes erramos os pedidos das mesas por conta de pedidos de fotos. Por conta do grande número de pedidos, cortamos pessoas das mesas, deixamos olho vermelho nas fotos e perdemos o foco das imagens… fica difícil fazer tudo bem feito. É muita cobrança. E nunca é só uma foto… o cliente pede pra tirar duas, três, dos dois lados da mesa…

A promessa é de que a prática seja regulamentada e que haja garçons exclusivos para tirar fotos. Nélson Braga explica:

– A nova lei, que poderá entrar em vigor em fevereiro, vai exigir que o estabelecimento comercial tenha garçons exclusivos para tirar fotos e outros apenas para servir as mesas. Nunca as duas funções juntas.

O Sindicato dos Fotógrafos Profissionais já entrou com um pedido na justiça alegando que a medida fere sua categoria e pede que os fotógrafos também possam exercer a profissão de garçons, se quiserem.

Uma decisão deve ser anunciada até o começo de fevereiro. Até lá, a prática da dupla função será permitida.

Anúncios


Categorias:Economia

Tags:, , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: