Governo reduz regras da aposentadoria e passa a exigir apenas um documento: atestado de óbito

Seu Atanael alegrou-se ao saber que a pneumonia avançou e que em pouco tempo poderá solicitar a tão sonhada aposentadoria

Seu Atanael alegrou-se ao saber que a pneumonia avançou e que em pouco tempo poderá solicitar a tão sonhada aposentadoria

O governo anunciou, na manhã desta quinta-feira, as novas regras para a aposentadoria dos trabalhadores brasileiros.

Analistas e membros da oposição acreditavam que as novas regras aumentariam a burocracia e o tempo de contribuição para que o trabalhador pudesse ter direito à previdência social. No entanto, todos foram pegos de surpresa.

Segundo a nova regra, apenas um único documento será solicitado ao trabalhador no momento do pedido de aposentadoria: o atestado de óbito.

Para o Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, a medida vai simplificar a vida do trabalhador e evitar cálculos complexos que só reduziam os ganhos dos brasileiros: “Tudo se resumirá agora a um único papel. Nada de acumular carteiras de trabalho intermináveis, CPF ou RG”.

Com a resolução, o governo estima economizar um quatrilhão de reais em custos com aposentadorias e o dobro com funcionários públicos para o setor de previdência.

De acordo com a medida, o próprio requerente deverá encaminhar a solicitação de aposentadoria. Não serão aceitas procurações em nome de terceiros. A medida entra em vigor hoje.

Anúncios


Categorias:Brasil, Economia

Tags:, , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: